Jovens morrem em cachoeira após subirem em penhasco para tirar fotos

0
18

A tentativa de tirar uma foto à beira de um penhasco, na margem de uma cachoeira, ocasionou a queda das duas amigas que morreram no município de Lages, na serra de Santa Catarina, no último domingo (13).

Esta foi a versão relatada por uma testemunha do acidente em conversa com a mãe de uma das vítimas. A polícia segue investigando as circunstâncias que resultaram nas duas mortes.

WhatsApp Image 2020 09 13 at 22.49
Foto reprodução

Bruna Vellasquez, de 18 anos, e Monique Almeida, de 19 anos, caíram de uma altura de aproximadamente 30 metros na cachoeira do Salto Rio Caveiras.

Em entrevista a ÉPOCA, Jurceli Almeida, mãe de Monique, afirmou que elas estavam acompanhadas por outros dois amigos (um homem e uma mulher) no local. Um deles contou à mãe que chegou a alertar as duas sobre o perigo de ir à beira da cachoeira naquele ponto. Mas elas teriam insistido em fazer as fotos ali.

“Esse menino que estava lá disse que elas foram bem na beirada para tirar a foto. Quando elas estavam voltando, a Bruna escorregou em uma pedra, a Monique foi segurar e caíram as duas juntas. Minha filha tentou puxar a amiga para trás, mas não aguentou o peso”, disse Jurceli

xbruna e monique.jpg.pagespeed.ic .ZDTIqnY7 T
As amigas Bruna Vellasquez e Monique Almeida Foto: Reprodução

De acordo com o relato desse jovem para a mãe, Bruna e Monique se posicionaram perto do penhasco, bem ao lado da cachoeira. As duas foram fotografadas por uma outra amiga, que permaneceu mais distante e não se feriu.

Após o clique, elas caíram do penhasco em cima de rochas situadas ao redor da queda d’água.

“Tinha bastante gente lá e eles estavam vendo o perigo. Eu nem sabia. Ela disse que ia na casa de uma amiga, e aí eu deixei. Se ela tivesse me falado que ia para esse lugar, eu jamais teria permitido”, disse Jurceli a ÉPOCA.

Quando a equipe de resgate chegou à cachoeira, Bruna já estava morta. Monique foi socorrida com vida, mas não resistiu aos graves ferimentos ao dar entrada no hospital Nossa Senhora dos Prazeres.

A Polícia Civil instaurou um inquérito para apurar o caso. Parentes e testemunhas ainda não foram ouvidos. Até o momento, apenas socorristas e policiais que participaram da ocorrência prestaram depoimento.

“Parece ter sido uma fatalidade. Mas vamos apurar as causas que levaram as meninas a se colocarem naquela situação de risco e as circunstâncias que ocasionaram a queda”, disse o delegado Raphael Bellinati, responsável pelo caso na 3ª Delegacia de Polícia Civil em Lages.

Monique sonhava em cursar medicina e havia começado faculdade de enfermagem este ano Foto: Reprodução

Bruna completaria 19 anos no final do mês e foi sepultada na tarde da última segunda-feira (14) no cemitério Nossa Senhora da Penha.

Já Monique foi enterrada nesta terça-feira (15) no cemitério municipal no bairro de Guarujá, em Lages. Ela havia começado este ano a faculdade de enfermagem e trabalhava para realizar o sonho de cursar medicina. A jovem aproveitava suas primeiras férias do emprego em uma hamburgueria.

Monique estava em um almoço em família na casa da tia no último domingo quando um de seus amigos foi buscá-la de carro no meio da tarde. Ela não havia avisado a mãe sobre o passeio.

xmonique 2.jpg.pagespeed.ic .6JNeF2E3j5
A estudante Monique Almeida, de 18 anos Foto: Reprodução

“Fui trabalhar de manhã no meu salão e minha filha ficou dormindo. Liguei para ela se arrumar, porque minha irmã nos convidou para almoçar na casa dela. Lembro até agora da Monique me dando duas colheradas da sobremesa na boca e eu falando para ela como era linda. Quando ela saiu, falei para ficar atenta que eu ligaria para saber se estava tudo bem, e ela disse que voltaria logo”, contou Jurceli.

Cerca de duas horas depois, o amigo de Monique (que presenciou a queda) apareceu na residência gritando por Jurceli. Sem ver a filha com ele, a mãe se desesperou.

“Quando ele disse que ela tinha caído na cachoeira, entrei em desespero. Minha filha era um anjo na minha vida”.

Fonte: ÉPOCA



Fonte

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here